Teaching Practice with Autistic Children: Challenges and Possibilities

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

  •   Mayra Louise Barreto Cordeiro

  •   Nayara Gaspar de Holanda Lima

  •   Marcelo Albuquerque de Oliveira

  •   Marcelo Silva Pereira

  •   Levi da Silva Guimarães

  •   Gisele Amaral Cintra

Abstract

The present work had a general objective to reflect the teaching practice with autistic children and its specific objectives: Discuss autism in education; to know the difficulties of the autistic child in the educational process; to identify the teacher's actions to overcome difficulties in the education of autistic children. This work in terms of its nature was classified as basic research. From the point of view of its objectives, this research was carried out with an exploratory nature, considering that this work is a subject already discussed in society and in academia, but requires further investigation. As for the technical procedures, this research was carried out with a bibliographic nature, where a survey of the subject was carried out in material already published such as books, articles, and periodicals. It is concluded through the theoretical discussion in the work that what is valid in situations of inclusion of autistic children in the educational scope is to love knowledge and test all work methodologies adapting them to each situation. It was also pointed out that there is no ready-made methodology, the web of social relationships in everyday school life is what will permeate the construction of the ideal teaching practice with autistic students.


Keywords: Autism, Educational Policies, Special Education

References

Avila, B. G. (2010). Comunicação Aumentativa e Alternativa para o Desenvolvimento da Oralidade de Pessoas com Autismo. Master in Education Dissertation, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Brasil. Ministério da Educação. (2007). Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Especial na educação básica. Brasília: MEC.

Camargo, S. P., & Bosa, C. A. (2009) Competência social, inclusão escolar e autismo: revisão crítica da literatura. Psicologia & Sociedade, 21 (1), 65-74.

Carvalho, R (2009). Inclusão e Escolarização de Alunos Autistas. Pedagogia em Ação, Brasília, 1(1).

Cavaco, N. (2009). O profissional e a educação especial: uma abordagem sobre o autismo. Porto: Editorial Novembro.

Chiote, F. D. (2012). A mediação pedagógica no desenvolvimento do brincar da criança com autismo na educação infantil. Educação Especial da 35ª Reunião Anual da Anped.

Cunha, E. (2009). Autismo e Inclusão: Psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. Rio de Janeiro: Wak, 135 p.

Diniz, F. J. (2016). Autismo, ambiente escolar e obstáculos no processo de Ensino-aprendizagem. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal-RN.

Freitas, S. N. & Rodrigues, D. (2006). A formação de professores na educação inclusiva: construindo a base de todo o processo. Inclusão e educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus Editorial, 2006.

Gil, A. C. (2010). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas. p. 14.

Gracioli, M. M., & Bianchi, R. C. (2014). Educação do autista no ensino regular: um desafio à prática pedagógica. Nucleus, 11(2), out, 2014.

Grinker, R. (2010). Autismo: Um mundo obscuro e conturbado. São Paulo: Larousse do Brasil.

Guedes, N. P. (2015). A Produção Científica Brasileira sobre Autismo na Psicologia e na Educação. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, Jul-Set, 31(3), 303-309.

Lazzeri, C. (2010). Educação Inclusiva para Alunos com Autismo e psicose: das politicas educacionais ao sistema de ensino. Porto Alegre, Master in Education Dissertation, Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, 2010.

Macedo, E. C. (2011). Comunicação Alternativa. Transtorno do Espectro do Autismo. São Paulo: Memnon.

Matos, L. K., & Nuernberg, A. H. (2011). Reflexões sobre a inclusão escolar de uma criança com diagnóstico de autismo na educação infantil. Revista Educação Especial, Santa Maria, 24(39), 129-142, jan./abr. p.

Mello, A. M. (2001). Autismo: Guia prático. São Paulo: AMA, 44 p.

Nabuco, M. E. (2010). Práticas institucionais e inclusão escolar. Cadernos de Pesquisa, 40(139), 63-74, jan./abr.

Prodanov, C. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Editor: Ernani Cesar de Freitas. – 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale.

Ranges, G. D. (2010). A inclusão do autista na escola: realidade? Monografia. Universidade Veiga de Almeida, 47p.

Riberito, E. L. (2013). A comunicação entre professores e alunos autista no contexto da escola regular: Desafios e possibilidades. Master in Education Dissertation, Universidade Federal da Bahia, Salvador.

Serra, D. (2010). Autismo, família e inclusão. Polêmica, 9(1), 40-56, janeiro/março.

Silva, E. L. (2011). Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3ª ed. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC.

Vergara, S. (2011). Métodos de coleta de dados no campo. São Paulo: Atlas. p. 56.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

How to Cite
Cordeiro, M. L. B., Lima, N. G. de H., Oliveira, M. A. de, Pereira, M. S., Guimarães, L. da S., & Cintra, G. A. (2022). Teaching Practice with Autistic Children: Challenges and Possibilities. European Journal of Education and Pedagogy, 3(3), 183–190. https://doi.org/10.24018/ejedu.2022.3.3.360